Home / Noticias / Travesti é assassinada a facadas em Viana

Travesti é assassinada a facadas em Viana

Uma travesti de 27 anos foi assassinada com uma facada, dentro da casa onde morava, na manhã desta segunda-feira (11), no bairro Soteco, em Viana. Luna Shine, como era conhecida, costumava fazer programas, e tinha acabado de atender um cliente quando foi morta. Segundo a polícia, ela e o cliente brigaram porque ele não tinha dinheiro para pagá-la. Durante a briga, o homem a esfaqueou. Ele ainda tentou fugir, mas foi preso em flagrante.

Carro de acusado de matar travesti em Viana foi quebrado
Carro de acusado de matar travesti em Viana foi quebrado
Foto: Bernardo Coutinho

O crime ocorreu por volta das 6 horas. Testemunhas contaram que Luna e uma amiga tinham passado a madrugada em um posto de combustíveis que costuma ser ponto de programa, na BR 262. Por volta das 5 horas, as duas voltaram a pé para a casa de Luna, que fica no segundo andar de uma residência, em Soteco. No caminho, elas foram abordadas por dois homens que estavam em um carro, e queriam fazer o programa.

Luna e a amiga aceitaram e todos foram para a casa dela. No entanto, ao chegarem, apenas Luna e um dos homens foram para o quarto. Ele foi identificado como Charles Coutinho Reboli, de 50 anos. Os dois permaneceram no cômodo por cerca de 40 minutos, e depois começaram a discutir porque Charles não tinha dinheiro para pagá-la.

“A gente aceitou o programa, mas eu não fiz porque o homem não tinha dinheiro. Ele ficou na sala e eu fui dormir, enquanto a Luna e o outro cliente foram para o quarto. Depois ouvi ela gritar ‘vou te furar, você não vai sair daqui sem eu receber’, e o amigo dele gritando o meu nome. Então fui lá e encontrei os dois saindo do quarto”, lembrou a amiga de Luna, 23, que preferiu não se identificar.

Segundo ela, Charles não tinha dinheiro nos bolsos, mas disse que havia alguma quantia no carro, que estava estacionado na frente da casa. Como nada foi encontrado, Luna pegou o aparelho de som do carro, o documento do veículo e o celular dele como garantia, e exigiu que ele saísse para buscar o pagamento do programa.

Charles e o amigo saíram, mas, ao voltarem, ele e Luna discutiram novamente. Durante a briga, o homem chegou a apontar uma faca para o pescoço de Luna e, em seguida, a atingiu com uma facada na lateral da barriga. Uma ambulância do Samu foi acionada, mas Luna não resistiu.

Após o ocorrido, Charles e o amigo saíram correndo da casa, mas, assim que a Polícia Militar chegou, conseguiu prender o assassino. O acusado foi autuado por homicídio qualificado por motivo fútil. Ele foi encaminhado ao presídio.

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Justiça do ES dá 48h para que sindicato se manifeste sobre greve de motoristas de caminhão de lixo

Sindicato patronal acusa a categoria de não cumprir a liminar que determina a manutenção de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *