Home / Noticias / Tráfego na BR 101 será desviado para intervenções em viadutos de Viana

Tráfego na BR 101 será desviado para intervenções em viadutos de Viana

Motoristas que trafegam pela BR 101 em Viana, devem ficar atentos. O fluxo de veículos no KM 302, próximo ao bairro Universal, será desviado nesta quinta-feira (25) para a concretagem do tabuleiro da laje superior de um dos viadutos em construção no município. A obra faz parte da duplicação da rodovia entre as cidades de Viana e Guarapari.

A intervenção esta prevista para acontecer entre as 07:00 e as 18:00 hs. Durante este período o trafego seguira pelas alças de acesso do futuro viaduto. A ECO 101, concessionaria que administra a via, informou que o trecho será sinalizado para orientar os condutores. Após o termino dos serviços, a empresa fará a implementação de dispositivos de proteção e também pavimentação sobre a estrutura, afirmando que estreitamento de pista e necessário para garantir a segurança dos usuários da rodovia.

Obras de duplicação

As obras de duplicação da BR 101, entre os municípios de Viana e Guarapari, começaram em maio de 2018 e a previsão para o termino dos serviços e para dezembro de 2019. O trecho abrange 30 quilômetros de extensão e contara com duas faixas de rolamento para cada sentido, separadas por canteiro central ou barreira de segurança de concreto.

Em Viana, estao em andamento construções de quatro viadutos:

  • Km 298 e 298,5 – próximo aos bairros Marcílio de Noronha e vila Bethânia;
  • Km 302 – na altura do bairro Universal;
  • Km 305 – localizado no entroncamento da BR 101 com a BR 262, após o posto da Policia Rodoviária Federal.

Ja em Guarapari, contamos com dois em construção.

  • Km 321, em Amarelos;
  • Km 335, no trevo de Guarapari.

Além disso, a obra inclui a construção da nova ponte e reforma da existente sobre o Rio Jucu, serviços de terraplanagem e pavimentação das rodovias

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Operação prende mais de 30 homens acusados de estupro no ES; missionário e guarda-vidas estão entre os presos

Cerca de 60% dos suspeitos detidos já tinham condenações pelo crime Durante 50 dias de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *