Home / Carros / TOYOTA COROLLA HÍBRIDO FLEX SERÁ FABRICADO EM SÃO PAULO E CHEGA ESSE ANO

TOYOTA COROLLA HÍBRIDO FLEX SERÁ FABRICADO EM SÃO PAULO E CHEGA ESSE ANO


Sedã será o primeiro modelo no mundo a adota tal tecnologia. Consumo pode chegar a 30 km/l

A Toyota revelou nesta quarta (17) que o Corolla será o primeiro modelo a adotar a tecnologia híbrida flex. A produção e a estreia do sedã no mercado brasileiro está marcada para o último trimestre do ano, na fábrica de Indaiatuba (SP), onde é feito atualmente o sedã. O anúncio foi feito no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo paulista, com participação do governador João Dória. 


O lançamento é parte da estratégia de investimentos da Toyota que ao todo já aportou R$ 1,6 bilhão em um período de dois anos. Destes, cerca de R$ 1 bilhão foi destinado para moderinzar e preparar a fábrica paulista para receber a nova geração do Corolla. E os demais R$ 600 milhões teriam sido aplicados nas planta de Porto Feliz (SP).



Durante o mesmo período, a iniciativa também gerou um total de 900 empregos diretos. Sendo que mais de 800 dessas vagas foram abertas em Sorocaba e em Porto Feliz, onde são produzidos atualmente os motores dos modelos Etios e Yaris. A manobra foi necessária para que a montadora pudesse iniciar o terceiro turno em ambas as  fábricas.




A maior novidade do novo Corolla, claro, é a motorização híbrida. Um sistema que, no exterior, ali conta um motor elétrico de 72 cv outro a combustão de 1.8 litro com quatro cilindros, 98 cv e 14,5 kgfm. Juntos, são capazes degerar 122 cv — trabalhando no ciclo Atkinson. O consumo, segundo a montadora, é de 29,4 km/l.





Outra novidade é moderna plataforma TNGA. A base dará ao novo Corolla 4,64 metros de comprimento, 2,70 m de distância entre-eixos, 1,78 m de largura e 1,43 m de altura. Quanto ao visual, o novo Corolla brasileiro será igual ao europeu.

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Operação prende mais de 30 homens acusados de estupro no ES; missionário e guarda-vidas estão entre os presos

Cerca de 60% dos suspeitos detidos já tinham condenações pelo crime Durante 50 dias de …

2 comments

  1. Ótimo conteúdo e de muito informação relevante. Vou continuar acompanhado e compartilhando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *