Home / Noticias / Tiroteio deixa mortos e feridos no Morro do Moscoso, em Vitória

Tiroteio deixa mortos e feridos no Morro do Moscoso, em Vitória

Três pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em um tiroteio na noite desta segunda-feira (14) no Morro do Moscoso, que é vizinho ao Morro da Piedade, em Vitória. As informações são de policiais militares que atenderam a ocorrência.

Segundo a polícia, testemunhas contaram que cerca de 12 criminosos fortemente armados teriam saído do Bairro da Penha, entrado no Morro da Piedade e seguido para a praça do Morro do Moscoso, onde deram vários tiros.

A motivação seria que os suspeitos têm a intenção de ocupar a região. No local, a perícia encontrou cerca de 40 cápsulas de variados calibres. Após o crime, eles fugiram pelo Morro da Fonte Grande.

De acordo com os moradores da região para a Polícia Civil, as vítimas foram:
  • Patrick Oliveira Souza, 26 anos. Sem passagens.
  • Luiz Fernando da Conceição Gomes, 18 anos. Sem passagens.
  • Wemerson da Silva Lima, 23 anos. Uma passagem por tráfico de drogas em 2016.

Jovens mortos durante tiroteio no Morro do Moscoso, no ES — Foto: Reprodução/ TV GazetaJovens mortos durante tiroteio no Morro do Moscoso, no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Jovens mortos durante tiroteio no Morro do Moscoso, no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Entre os feridos estão uma adolescente de 15 anos, que levou um tiro na perna e outro nas nádegas, e um homem que foi baleado no pescoço. Eles já foram socorridos para hospitais da região. A polícia informou que eles também não tinham passagem.

Moradores retiram corpos de mortos em tiroteio no morro do Moscoso, no ES — Foto: Manoel Neto/ TV GazetaMoradores retiram corpos de mortos em tiroteio no morro do Moscoso, no ES — Foto: Manoel Neto/ TV Gazeta

Moradores retiram corpos de mortos em tiroteio no morro do Moscoso, no ES — Foto: Manoel Neto/ TV Gazeta

O coronel Sartori, chefe do policiamento metropolitano explica que as características do crime são de ataque e que o policiamento nos morros foi reforçado.

“Pela característica com crime parece um ataque, que já foi premeditado, de ação rápida que visa causar o terror que é bem característico do tráfico de entorpecentes. A Polícia Civil está trabalhando nos seus setores de inteligência para dar uma resposta o mais rápido possível. Na comunidade, o policiamento foi intensificado”.

O caso é investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil. De acordo com o delegado José Lopes a ação dos criminosos foi covarde e podia ter antigido crianças.

“Vamos prender todos que participaram desse ataque covarde. Porque isso é covardia podia ter sido pior, podiam ter sido crianças. Nós estamos no início das investigaçõe. Nós pedimos que a população denuncie pelo telefone 181. Nós estamos coletando informações e só vamos sair daqui quando todos estiverem presos”, afirma.

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Justiça do ES dá 48h para que sindicato se manifeste sobre greve de motoristas de caminhão de lixo

Sindicato patronal acusa a categoria de não cumprir a liminar que determina a manutenção de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *