Home / Saúde / Testes em casa começam nesta quarta em 19 municípios; veja como funciona

Testes em casa começam nesta quarta em 19 municípios; veja como funciona

Segundo o governador Renato Casagrande, o inquérito ocorrerá em até 27 municípios capixabas, com as testagens sendo feitas em quatro momentos

Começa na próxima quarta-feira (13) a testagem em massa na população capixaba — o chamado inquérito sorológico — para identificar quem já teve contato com o novo coronavírus. Os cidadãos sorteados se submeterão ao teste rápido da covid-19, que identifica possíveis anticorpos contra o coronavírus no organismo da pessoa.

A informação foi confirmada nesta segunda-feira (11) pelo governador Renato Casagrande, durante pronunciamento pela internet. Segundo o governador, a partir desta segunda até quarta-feira, uma equipe composta por cerca de 560 profissionais, do governo do Estado e também dos municípios, está sendo treinada para dar início aos trabalhos.

Casagrande detalhou que o inquérito sorológico terá a duração de dois meses e ocorrerá em até 27 municípios capixabas, com as testagens sendo feitas em quatro momentos. Cada amostragem terá entre 5 mil e 6,5 mil pessoas testadas e o intervalo entre cada uma será de 15 dias. A primeira começa nesta quarta e se estenderá até sexta-feira (15).

“Nós vamos buscar uma amostra significativa, de mais de 5 mil pessoas para saber quantos porcento dos capixabas tiveram a covid. Às vezes a pessoa tem o contato com o vírus e nem sabe, porque para boa parte das pessoas ele não gera nenhum sintoma”, ressaltou o governador.

“Esses quatro levantamentos vão propiciar uma avaliação do desenvolvimento do contágio no Estado do Espírito Santo”, completou.

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, que também participou do pronunciamento, explicou que haverá um sorteio para definir as casas que serão visitadas pelas equipes para a realização das testagens. Nessas casas, será feito ainda um novo sorteio, para definir o morador que será testado.

“Vamos poder identificar o percentual de pessoas sintomáticas dentre os positivos e poder identificar, esta semana, quantas pessoas do Espírito Santo, estatisticamente, estariam infectadas o vírus. Isso vai permitir, por exemplo, saber se a nossa testagem está boa ou não. Porque se a projeção estatística estiver próxima àquilo que nós temos diagnosticado no Espírito Santo, a gente vai poder medir inclusive a nossa qualidade de testagem. Vai permitir subsidiar as nossas decisões com o governo e vai permitir poder avaliar nossas políticas neste momento”, destacou o secretário.

Municípios escolhidos

Nesta primeira etapa do inquérito sorológico, segundo o governador, os técnicos trabalharão nos municípios de Aracruz, Colatina, Linhares, São Gabriel da Palha, Afonso Cláudio, Vitória, Vila Velha, Cariacica, Serra, Guarapari, Venda Nova do Imigrante, Barra de São Francisco, Nova Venécia, Pedro Canário, São Mateus, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo e Guaçuí.

Ainda de acordo com Casagrande, outros municípios que receberão esse inquérito, mais adiante, serão Baixo Guandu, Sooretama, Santa Maria de Jetibá, Viana, Conceição da Barra, Ecoporanga, Iúna e Marataízes.

“Nós fizemos uma avaliação estatística, que pudesse reunir o conjunto de municípios e populações urbanas, para projetar a população do Espírito Santo. Então não foram critérios políticos, nem administrativos. Foi a equipe de estatística da Ufes, junto com o pessoal da vigilância, que desenvolveu, a partir de uma metodologia de pesquisa, a letalidade dos municípios e a escolha dos setores censitários de cada um deles. Então não houve nenhum tipo de escolha direcionada ou dirigida para esses municípios, e sim por critérios científicos”, explicou Nésio Fernandes.

Você pode Gostar de:

“É necessário que todos os dias sejam encarados como domingo”, diz secretário de saúde

Em entrevista coletiva na tarde desta segund-feira, Nésio Fernandes reforçou a necessidade do isolamento social …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *