Home / Noticias / Teoria apocalíptica diz que o mundo vai acabar neste sábado

Teoria apocalíptica diz que o mundo vai acabar neste sábado

1_terra-4760840

Várias teorias que preveem uma data para o fim do mundo já circularam pela web, e a mais nova ameaça contra a vida na Terra como conhecemos está marcada para o próximo sábado, dia 23 de setembro. Segundo a teoria apocalíptica, o mundo será atingido por um planeta interestelar chamado Nibiru. A tese, porém, já foi desmentida há anos por um cientista sênior da Nasa, a agência espacial americana.

A previsão é do numerólogo David Meade, autor do livro “Planeta X”. Ele acredita que o planeta Nibiru, também conhecido como Planeta X, vai atingir a Terra no próximo sábado. A previsão de Meade é baseada amplamente em versos e códigos numerológicos da bíblia, centrados no número 33, que é o número de dias entre o eclipse solar do dia 21 de agosto, que ele acredita ter sido um aviso, e a data fatídica para o fim do mundo.

“Jesus viveu por 33 anos, o nome Elohim, que é uma dos nomes usados pelos judeus para Deus foi mencionado 33 vezes (na bíblia). É um número muito significativo na bíblia e na numerologia. Estou falando de astronomia e da bíblia e juntando os dois”, disse Meade em entrevista ao jornal “The Washington Post”.

O planeta Nabiru está no centro de teorias da conspiração do fim do mundo desde os anos 1970. Em 2012, David Morrison, cientista sênior da Nasa, desmentiu a existência do planeta através de um vídeo publicado no Youtube com diversas explicações que comprovam que a teoria é mentirosa.

“Se o planeta estivesse tão perto, seria brilhante, seria facilmente visível a olho nu. Todos nós poderíamos vê-lo. Se Nibiru fosse real e se fosse um planeta com uma massa substancial, ele já perturbaria as órbitas de Marte e da Terra. Veríamos mudanças por causa deste objeto entrando no sistema solar interno”, disse Morrison no vídeo.

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Operação prende mais de 30 homens acusados de estupro no ES; missionário e guarda-vidas estão entre os presos

Cerca de 60% dos suspeitos detidos já tinham condenações pelo crime Durante 50 dias de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *