Home / Noticias / Suspeitos de balear criança de 3 anos são identificados pela polícia

Suspeitos de balear criança de 3 anos são identificados pela polícia

A criança foi morta no quintal de casa, no bairro Dom João Batista, em Vila Velha. A Secretaria de Segurança Pública já trabalha com linhas consistentes da investigação do crime

A Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo (SESP) confirmou que os responsáveis pela morte da pequena Alice, de 3 anos, foram identificados. A polícia colocou o crime como prioridade no estado, assim como toda a estrutura de segurança pública do Espírito Santo

Segundo o secretário de Segurança Pública do Estado, Roberto Sá, a Sesp já trabalha com linhas consistentes de investigação. Ele disse, ainda, que a ajuda da população tem sido muito importante para desvendar o caso e descobrir a autoria do homicídio.

O adolescente de 17 anos perseguido pelos criminosos e também foi baleado na casa da Alice, foi socorrido, recebeu atendimentos no Pronto Atendimento da Glória e saiu da unidade sem ter alta. 

Ele prestou depoimento na tarde dessa terça-feira (11), na condição de vítima de tentativa de homicídio, após ser identificado e encontrado pelos policiais da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Mulher. 

O secretário de Segurança Pública do Estado garante que a polícia está em busca dos autores. “Pedimos a quem puder colaborar com algum tipo de informação, que ligue para o 181. É garantido o anonimato. Nós vamos checar todas as informações e vamos atrás do autor dessa barbaridade onde quer que ele esteja. Ele não vai ficar impune”, destaca.

De acordo com a Polícia Civil, não é possível estimar um prazo para que os autores dos disparos sejam presos. Outras informações não serão repassadas à imprensa para não atrapalhar o andamento da investigação.

O corpo de Alice foi enterrado na tarde dessa segunda-feira (12), em um cemitério da Ponta da Fruta, em Vila Velha, sob forte comoção. Durante o velório, familiares da criança fizeram um apelo por justiça.

“Nossa família tá sendo destruída, gente. O Espírito Santo tá sofrendo. É difícil aguentar uma coisa dessas sabendo que você pode levar um tiro dentro da sua própria casa. As autoridades têm que fazer alguma coisa, têm que nos ajudar. Essa guerra do tráfico tem que acabar”, desabafou Maria Aparecida Celestino, prima de Alice.

O crime

Segundo testemunhas, os suspeitos estavam em um carro branco, quando um dos ocupantes desceu e começou a atirar. A menina Alice foi atingida no quintal de casa e socorrida para o Pronto Atendimento da Glória, mas não resistiu aos ferimentos. O crime aconteceu no último domingo (09), no bairro Dom João Batista, em Vila Velha. 

Com informações da repórter Renata Zacaroni, da TV Vitória/Record TV.

Você pode Gostar de:

Polícias executam Operação Visibilidade em vários pontos do ES

A sexta-feira de hoje 16/05 foi marcada por uma grande operação conjunta das policias em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *