No Banner to display

Home / Geral / Situação é mais grave em Viana. Chuva deixa mais de 1.600 pessoas fora de casa no Espírito Santo

Situação é mais grave em Viana. Chuva deixa mais de 1.600 pessoas fora de casa no Espírito Santo

As chuvas intensas registradas no Espírito Santo há uma semana já deixaram pelo menos quatro  mortos, 10 feridos e 1.686 pessoas fora de casa. Os dados foram divulgados pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil na tarde desta quarta-feira (20).

Segundo o levantamento, a situação é mais grave em Viana, onde há 1.270 desalojados. Todos foram acolhidos em escolas do município. Em Cariacica, são 77  desalojados e 36 desabrigados. No município, foram registradas seis pessoas feridas e uma morte. 

Há, ainda, ocorrência de 65 desalojados em Domingos Martins 25 em Vitória e  24 em Alegre. Em Santa Leopoldina, onde pai e filho morreram em decorrência de um soterramento, há  12 pessoas desalojadas, 24 desabrigadas e 4 feridas.

Alerta de deslizamento na Capital

Devido às chuvas que atingem a capital nesta quarta-feira (20), a Defesa Civil de Vitória emitiu alerta de atenção para risco de deslizamento de terra em 11 bairros. Os moradores das regiões de risco receberam o alerta nos celulares, por meio do aplicativo Vitória On line.

Os bairros com maior risco são: Ariovaldo Favalessa, Caratoíra, Cabral, Ilha do Príncipe, Itararé, Joana D’Arc, Mata da Praia, Resistência, Santa Martha, Santa Tereza e Santo Antônio.

Ao todo, o município de Vitória conta com 26 áreas de atenção, o que abrange mais de 6.600 pessoas localizadas nos seguintes bairros: Morro do Macaco, Jaburu, Jucutuquara, Santos Dumont, Rio Branco, Fradinhos, Cruzamento, Morro Grande, Romão, Forte São João, Fonte Grande, Piedade, Moscoso, Quadro, Alto Caratoíra, Alagoano, Bela Vista, Jesus de Nazareth, Inhanguetá, São José, Santa Helena, Conquista, Comdusa, Morro da Capixaba, Redenção e Santa Martha.

Você pode Gostar de:

Número de mortes por covid-19 chega a 2.347, aumento de 206 óbitos em 24 horas

Em um único dia foram 2.917 novos registros de pessoas contaminadas com a doença O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *