No Banner to display

Home / Noticias / Segurança assassinado evitou assalto em Vitória e crime pode ter sido motivado por vingança

Segurança assassinado evitou assalto em Vitória e crime pode ter sido motivado por vingança

O segurança assassinado na tarde da última terça-feira (30) evitou um assalto a uma relojoaria na segunda-feira (29). De acordo com testemunhas que presenciaram o caso, o crime pode ter sido uma execução.

Pessoas que conheciam a vítima contaram que na última segunda-feira (29), Fábio da Silva Gonçalves, de 42 anos, teria impedido o assalto, os criminosos teriam prometido vingança, e chegaram a dizer que voltariam para acabar com a vida de Fábio. De acordo com informações passadas pela polícia, um suspeito chegou a ser detido mas foi liberado.

Inicialmente tratava-se de apenas um suspeito mas a polícia começou a trabalhar com outra linha de investigação. O criminoso teria dois comparsas.

O crime

Fábio foi assassinado no final da tarde de terça-feira (30), no Centro de Vitória. O crime aconteceu na Avenida Jerônimo Monteiro, na porta de um comércio. Segundo testemunhas, Fábio trabalhava como vigilante em algumas lojas da região.

Imagens de videomonitoramento da região mostram que um homem chegou perto da vítima, apontou uma arma na direção da cabeça dela e atirou. Em seguida, o criminoso saiu correndo.

A Polícia Militar (PM) e a Polícia Civil (PC) foram acionadas para atender a ocorrência. Segundo a polícia, o atirador teria saído de um carro preto, descido uma escadaria e cometido o crime. Em seguida, subiu de volta a escadaria, entrou no carro e foi embora.

Assaltos

Segundo informações preliminares obtidas pela polícia, Fábio era conhecido por evitar assaltos a comércios da região. Na última segunda-feira (29), ele teria ajudado a evitar um assalto a uma relojoaria no Centro de Vitória, que teve a participação de quatro bandidos. Fábio teria inclusive imobilizado um dos criminosos.

Pessoas próximas ao vigilante estiveram no local e disseram que ele era muito querido no bairro Bela Vista, em Vitória, onde atuava como voluntário há três anos. Ele dava aulas de muay thai para crianças e adolescentes de 8 a 14 anos.

Ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime, mas a polícia acredita que Fábio tenha sido vítima de execução, já que nenhum pertence dele foi levado. Há a suspeita de que o assassinato tenha sido por vingança, pelo assalto evitado pela vítima no dia anterior.

Você pode Gostar de:

Violência: tiroteios assustam moradores da Grande São Pedro; região registra dois homicídios

Na última segunda-feira (23), um morador do bairro São Pedro I registrou em vídeo diversos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *