No Banner to display

Home / Noticias / Secretários do ES, SP e MG vão se reunir com ministro da Justiça para definir controle de divisas com RJ, diz André Garcia

Secretários do ES, SP e MG vão se reunir com ministro da Justiça para definir controle de divisas com RJ, diz André Garcia

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo André Garcia vai se reunir com os secretários de Segurança dos estados de São Paulo, Minas Gerais e com o ministro da Justiça Torquato Jardim para definir como vai ser o controle das divisas estaduais com o Rio de Janeiro, após a intervenção federal. A reunião está marcada para quinta-feira (22), em São Paulo.

Garcia conversou com o G1 neste domingo (18) e disse que a finalidade do encontro é ter a dimensão do impacto da intervenção no Rio de Janeiro nos estados vizinhos. Além disso, vai ser criado um protocolo para troca de informações entre as inteligências desses estados.

Neste plano de contingência, os estados vizinhos devem ter acesso às informações da inteligência do Rio de Janeiro, do Exército, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal.

“Vamos estabelecer um protocolo para essa troca de informações. Precisamos entender qual o alcance dessa intervenção e os estados vizinhos precisam ter privilégios no acesso à informação”, disse o André Garcia.

O secretário avalia que a intervenção no Rio foi uma medida que “deveria ser adotada”. Ele ainda disse que o foi importante a unidade federativa intervir neste caso. “Antes havia um jogo de empurra. Agora, nós temos uma grande oportunidade para colocar a Segurança Pública na pauta dos estados, municípios e União”, comentou.

Sistema Único

Para André Garcia, a Segurança Pública é o maior problema do país. Ele defende que seja criado um Sistema Único de Segurança Pública, como acontece com a Saúde, com o SUS.

“É preciso pensar em mudanças estruturais, mudanças legislativas”, diz André Garcia.

Sobre a criação do Ministério da Segurança Pública, Garcia avalia que a criação precisa vir acompanhada de outras mudanças. “A Segurança Pública precisa de financiamento, de um plano nacional de segurança para chamar todos para o controle, não só as polícias”, disse.

criação do Ministério da Segurança Pública vinha sendo debatida dentro do governo como uma medida para auxiliar no combate à violência no país. O anúncio da criação foi feita neste sábado (17) pelo presidente Michel Temer. A pasta ainda não tem um nome à frente.

Questionado se almeja o ministério, Garcia disse que não. “Meu compromisso é com o estado do Espírito Santo. Além disso, acredito que existem outras pessoas mais qualificadas”.

O secretário finalizou dizendo que não teme o aumento da violência no Espírito Santo após a intervenção no Rio de Janeiro.

Pronunciamento

O secretário fez um pronunciamento, na tarde desta sexta-feira (16), sobre a decisão de intervenção federal no Rio de Janeiro, anunciada pela manhã. Ele disse que a situação no Espírito Santo não é emergencial, e a estratégia do estado é atuar preventivamente. “Se bandidos vierem pra cá, vão se dar mal. Vão ser presos”, afirmou.

Intervenção no RJ

O decreto de intervenção federal na Segurança Pública no estado do Rio de Janeiro foi assinado pelo presidente Michel Temer nesta sexta-feira, no Palácio do Planalto.

A medida chegou à Câmara dos Deputados na tarde desta sexta e foi protocolada por um funcionário da Casa Civil na Primeira Secretaria da Câmara.

Você pode Gostar de:

Suspeito de matar homem encontrado em porta-malas de carro é preso

Crime aconteceu no dia 14 de agosto. No dia 17, o corpo foi encontrado dentro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *