Home / Geral / Reflexos da chuva em Viana e na Grande Vitória

Reflexos da chuva em Viana e na Grande Vitória

Desde a madrugada da última quarta-feira (13) a chuva tem dado pouca trégua no Espírito Santo. Na região da Grande Vitória, foram registrados vários problemas causados pela grande quantidade de chuva.

Em Porto Novo, Cariacica, durante a madrugada desta quinta-feira (14), parte de uma casa desabou. De acordo com as informações de testemunhas, o caso teria acontecido às 02h30. Para ajudar na situação, policiais militares e o Corpo de Bombeiros foram chamados.

Ao chegarem no local, as equipes encontraram três vítimas, que estavam dentro da casa no momento do deslizamento. As três pessoas acabaram sendo soterradas, mas conseguiram ser resgatadas. Elas foram levadas com vida para o Hospital São Lucas, em Vitória. Até agora, a identidade das pessoas não foi confirmada.

Deslizamentos

Já no Sul do Espírito Santo, as fortes chuvas tem castigado os locais desde a última segunda-feira (11). Na quarta-feira (13), várias cidades do interior capixaba passaram da quantidade de chuva esperada no mês inteiro apenas em um dia. Por isso, a Defesa Civil Estadual, através de nota, afirmou que o Espírito Santo se encontra em estado de alerta.

De acordo com eles, caso a pessoa veja alguns sinais de trincas ou deslizamentos “saia de sua residência e procure um abrigo seguro! Em caso de emergências ligue 193!”, afirma o comunicado.

Já na Grande Vitória, algumas Defesas Civis também emitiram alerta de deslizamentos e também de alagamentos. Confira:

Viana

Aulas da rede Municipal foram canceladas, há diversos pontos de alagamento na BR 262, altura dos bairros Universal, Marcílio de Noronha, próximo a Marmoraria Bruno Zanetti, Vila Bethânia (Luiza Casoti e Beco São João e saída para a Leste/Oeste) Nova Bethânia (Próximo a gráfica), ponte entre os bairros Industrial e Flor de Piranema (Viana/Cariacica).

Vila Velha

Em Vila Velha, o acumulado de chuva, até o fim da tarde de quarta-feira (13) foi de 115 milímetros. Essa é a metade do esperado para o mês todo de novembro.

Lá, são 19 pessoas desalojadas, desses, 12 adultos e 7 adolescentes. Parte dessas famílias são de Cobilândia. Ao longo do dia, a Defesa Civil recebeu 8 ocorrências, sendo a metade de pedidos de remoção e a outra de vistorias.

Um galpão acabou desabando em Jardim Marilândia e a Defesa precisou notificar o proprietário para que ele saísse do local. Ao menos 10 bairros de Vila Velha estão alagados.

Vitória

Já na capital, a Defesa Civil emitiu um alerta na tarde da última quarta-feira (13), para o possível risco de casas desabando e encostas por causa da grande quantidade de chuva. Lá, foram registrados mais de 200 milímetros de chuva no último dia, mais que a média esperada para o mês.

A Defesa está orientando aos moradores que fiquem atentos a qualquer tipo de movimento de rochas e solos nas encostas. Se algo do tipo acontecer, eles pedem para que as pessoas evacuem o local rapidamente.

Serra

Na Serra, foram 72,6 milímetros de chuva até a última quarta-feira (13), sendo que o esperado eram 50 milímetros. Apesar disso, não existem informações a respeito da ação da Defesa Civil municipal.

Cariacica

O município de Cariacica é um dos mais prejudicados em números de ocorrência na Grande Vitória devido as fortes chuvas. Lá, choveu 115 milímetros, sendo que o máximo para o mês é a quantidade de 165 milímetros.

Na manhã da última quarta, uma equipe da Defesa Civil atendeu uma ocorrência no bairro Santa Luzia. Lá, houve um deslizamento, mas nenhuma pessoa acabou sendo ferida e nenhuma casa sofreu desabamento.

  • Em Sotama, a Defesa registrou a queda de uma escadaria;
  • Em Nova Canaã, um muro acabou caindo e derrubou a parede de uma casa. A família que vive no local precisou deixar a residência;
  • No bairro de Santa Bárbara um talude acabou deslizando. A casa de uma família foi atingida e eles precisaram ser retirados do local;
  • Em Vila Graúna outro muro desabou e atingiu a parede de uma residêcnia. O morador do local precisou deixar sua casa;
  • Já em Nova Rosa da Penha I uma família ficou desalojada. A casa apresentou rachaduras e precisou ser evacuada;

Aulas Canceladas

A Administração da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) precisou suspender as aulas do turno matutinho esta quinta-feira (14), no campus de Goiabeiras.

Através de nota, a universidade disse que as aulas dos turnos vespertino e noturno precisaram ser analisadas ao decorrer do dia. Na última quarta-feira (13), o teto de uma sala do curso de Economia, em Goiabeiras, desabou.

Além da Ufes, faculdades como a Faesa e Multivix também tiveram suas aulas canceladas.

Pronto Atendimento Fechado

O Pronto Atendimento de Cobilândia, em Vila Velha, acabou tendo de ser fechado por volta das 17h30 da última quarta-feira (13) por causa da grande quantidade de chuva no bairro. Por lá, a chuva foi tão intensa que atingiu rapidamente o nível estipulado para todo o mês.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Vila Velha (Semsa), o PA precisou ser fechado por orientação do Plano de Contingência da Defesa Civil do próprio município.

Direto da Redação

Você pode Gostar de:

Atenção! Rematrícula e transferência nas escolas da Rede Estadual terminam hoje

Serão mais de 250 mil vagas para os Ensinos Fundamental e Médio Regular e 44 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *