Home / Noticias / Polícia prende mais de 50 em operação contra roubos e lojas que vendiam celulares roubados

Polícia prende mais de 50 em operação contra roubos e lojas que vendiam celulares roubados


A maior parte dos roubos aconteceram em ônibus coletivos

Uma operação da Polícia Civil prendeu e indiciou 55 pessoas suspeitas de roubarem celulares na Grande Vitória. A maior parte dos casos aconteceu em ônibus coletivos. Suspeitos de comercializarem os aparelhos também foram detidos e vão responder pelo crime de receptação qualificada.

A operação foi dividida em três fases e realizada em toda a Grande Vitória. Desde janeiro deste ano, a polícia busca suspeitos do crime de roubo e também de compra e venda dos aparelhos roubados. Um dos resultados da ação, foi a prisão dos suspeitos de praticarem roubos, a maioria dentro de coletivos.

Outras 10 pessoas foram presas por comprarem ou venderem os aparelhos, e respondem pelo crime de receptação. De acordo com a polícia, 15 lojas de Cariacica e Serra foram alvo da operação, por estarem sobre suspeita de comercialização dos aparelhos roubados. Policiais encontraram celulares e outros objetivos de origem duvidosa em seis estabelecimentos.

O crime de receptação qualificada é inafiançável e resulta em pena de 3 a 8 anos de prisão. A polícia alerta a população que, ao ser vítima de assalto, não deixe de registrar o Boletim de Ocorrência. Segundo a polícia, operações de combate ao crime de receptação, segundo a polícia, reduziram em 60% o índice de roubos de celulares nos coletivos.

Existe um projeto de instalação de Wi-Fi dentro dos ônibus, mas a principal preocupação das pessoas é a insegurança sobre uso de celulares nos coletivos. A Polícia Civil garante que vai realizar outras operações deste tipo, para inibir os roubos de celulares dentro dos ônibus. 

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Justiça do ES dá 48h para que sindicato se manifeste sobre greve de motoristas de caminhão de lixo

Sindicato patronal acusa a categoria de não cumprir a liminar que determina a manutenção de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *