Home / Meio Ambiente / PERIGO: Pneus podem se tornar criadouro de dengue

PERIGO: Pneus podem se tornar criadouro de dengue

O acumulo de pneus como esses da foto tirada por um leitor mostra uma das formas de criar um foco do mosquito da dengue, essa pilha de pneus está localizada a rua São Luiz, bairro Soteco em Viana.

Coloque areia no prato dos vasos de plantas.

1 – Coloque areia no prato dos vasos de plantas.

Mantenha os ralos limpos jogando água sanitária ou desinfetante semanalmente.

2 – Mantenha os ralos limpos jogando água sanitária ou desinfetante semanalmente. Verifique a existência de entupimento. Se não for utilizá-los, mantenha-os vedados.

Jogue no lixo todo objeto que possa acumular água.

3 – Jogue no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias etc.

Mantenha o saco de lixo bem fechado e fora do alcance de animais.

4 – Mantenha o saco de lixo bem fechado e fora do alcance de animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana. Não jogue lixo em terrenos baldios.

Lave, principalmente por dentro, com escova e sabão os utensílios usados.

5 – Lave, principalmente por dentro, com escova e sabão os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes etc.

Troque diariamente a água dos bebedouros de animais.

6 – Troque diariamente a água dos bebedouros de animais e aves e limpe-os com escova ou bucha.

Depressões de terreno também são possíveis poças de água parada.

7 – Depressões de terreno também são possíveis poças de água parada. Preencha-os com areia ou pó de pedra.

Mantenha caixas d’água, cisternas, tonéis e outros depósitos de água sempre bem fechados.

8 – Mantenha caixas d’água, cisternas, tonéis e outros depósitos de água sempre bem fechados, com a tampa adequada, para impedir a entrada do mosquito.

Entregue seus pneus velhos ao serviço de limpeza urbana.

9 – Entregue seus pneus velhos ao serviço de limpeza urbana ou guarde-os sem água em local coberto e abrigados da chuva.

Guarde as garrafas vazias sempre de cabeça para baixo e de preferência em local coberto.

10 – Guarde as garrafas vazias sempre de cabeça para baixo e de preferência em local coberto.

Limpe constantemente as calhas, remova tudo que possa impedir a passagem da água.

11 – Limpe constantemente as calhas, remova tudo que possa impedir a passagem da água, a laje e a piscina de sua casa.

Instale a caixa do ar-condicionado de forma que esta não possa acumular água.

12 – Instale a caixa do ar-condicionado de forma que esta não possa acumular água.

No alto de lajes e telhas também pode haver água parada.

13 – No alto de lajes e telhas também pode haver água parada. Caso more em apartamento, peça ao porteiro que verifique o acúmulo de água no terraço.

Suspeite de garagens e subsolos. Confira se a água da chuva que cai nas calhas circula.

14 – Suspeite de garagens e subsolos. Confira se a água da chuva que cai nas calhas circula.

Evite ter bromélias em casa. Substitua-as por outras plantas que não acumulem água.

15 – Evite ter bromélias em casa. Mantendo-as, é indispensável tratá-las com água sanitária na proporção de uma colher de sopa para um litro de água, regando, no mínimo, duas vezes por semana. Tire sempre a água acumulada nas folhas.

Você pode Gostar de:

Inscrições para o Programa Jovens Valores começam nesta terça-feira com 2 mil vagas de estágio

As oportunidades de estágio contemplam mais de 60 cursos de formação para estudantes dos Ensinos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *