No Banner to display

Home / Polícia / Operação Leviatã II: irmão e segurança de chefes do tráfico no Bairro da Penha são presos

Operação Leviatã II: irmão e segurança de chefes do tráfico no Bairro da Penha são presos

Ao todo, 29 pessoas foram presas, dois mandados de prisão foram cumpridos em presídios e dois menores apreendidos pelas polícias Civil e Militar


Homens diretamente ligados a líderes do tráfico de drogas na Grande Vitória estão entre os presos da Operação Leviatã II, realizada pelas polícias Civil e Militar, nesta quarta-feira (02), em bairros de Vitória e Serra. Ao todo, 29 pessoas foram presas, dois mandados de prisão foram cumpridos em presídios e dois menores apreendidos.

Um dos presos foi José Renato Pinto, irmão de Fernando Moraes Pereira Pimenta, o ‘Marujo’, apontado pela polícia como chefe do tráfico de drogas do bairro da Penha, em Vitória, e um dos homens mais procurados pela polícia do Espírito Santo.

Outro detido foi Natan Limo, que, segundo a polícia, é um dos seguranças de Geovani de Andrade Neto, o ‘Vaninho’, apontado como comparsa de Marujo. A polícia também chegou até Gabriel Gonçalves, suspeito de participar de um incêndio a um ônibus em Nova Almeida, na Serra.

Além das prisões, mais de 10 quilos de diversas drogas foram apreendidas, três armas e até um mini laboratório de produção de drogas foram encontrados no Bairro da Penha. A operação contou com a participação de mais de 360 policiais civis e militares.

“Nós identificamos profissionais criminosos que trabalhavam em um laboratório para fazer tanto o refino quanto o embalamento de drogas. Também pegamos pessoas responsáveis por fazer a comunicação a outros criminosos quando a polícia se aproxima do local, por meio de foguetes, e também rádios comunicadores, os famosos HTs. Nós também conseguimos identificar drogas já prontas para serem vendidas e também drogas não fracionadas para a venda, mas também prontas para serem distribuídas a outros traficantes, que fazem parte da organização criminosa deles”, ressaltou o delegado Rafael Correia.

O objetivo da operação é cumprir mandados de prisão de suspeitos de envolvimento em crimes praticados na Grande Vitória. Entre os alvos da polícia, estão os envolvidos no incêndio criminoso a um carro de reportagem da TV Vitória/ Record TV, ocorrido em maio deste ano.

Além disso, os mandados também são referentes às investigações de um ataque, ocorrido em fevereiro deste ano a uma empresa, em Cariacica, que fornece alimentos para presídios; de um incêndio a um coletivo, ocorrido em Nova Almeida, na Serra; e de incêndios a residências no morro da Piedade, em Vitória, em junho.

“Esse grupo criminoso demonstrou uma face de tentativa de intimidação de outros grupos, em que o Estado formal, o Governo do Estado e a secretaria, as polícias e o sistema criminal não vão tolerar”, afirmou secretário de Estado da Segurança Pública, Roberto Sá.

Dados Operação Leviatã II:

– 31 pessoas detidas e 2 adolescentes apreendidos;

– 6 caixas de fogos de artifício.

– Armas: 1 Arma Taurus 9 mm. ; 1 espingarda de pressão chumbinho; Pistola 6.35; Pistola 9mm numeração raspada Canik.

– R$ 11.392 reais

– 01 máquina de contagem de dinheiro

– 4 cadernetas de contabilidade do tráfico.

– sacola contendo adesivos para personalizar droga

– 42 buchas de maconha (sendo 05 da ocorrência de Serra) ; 2 kg de maconha; Bucha grande de maconha;

– 5 buchas de skank (super maconha);

– 21 buchas de haxixe;

– 569 pedras de crack; 1 porção de crack;

– 540 gramas de cocaína; 634 pinos de cocaína; Centenas de pinos vazios para cocaína.

– 3 balanças de precisão.

– 2 carregadores de pistola;

– 15 munições; 9 munições de 9 mm.

– Relógio

– 6 celulares

– 1 rádio HT

– Touca ninja preta; 01 balaclava

– 2 HT

Você pode Gostar de:

Em Viana, ônibus é incendiado na zona rural

Segundo a empresa responsável pelo coletivo, quatro criminosos pararam de carro em frente a um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *