No Banner to display

Home / Noticias / Julgamento de ex-vereador suspeito de mandar matar empresário é adiado

Julgamento de ex-vereador suspeito de mandar matar empresário é adiado

O julgamento do ex-vereador José Jardel Astolpho, acusado de mandar matar o próprio cunhado, o empresário Sebastião Carlos de Oliveira Filho, em Mimoso do Sul, foi adiado. Uma testemunha de defesa não pôde comparecer ao júri, marcado para esta segunda-feira (13), pois está de atestado médico, devido a uma cirurgia.

Com isso, o Ministério Público Estadual (MPES) requereu o adiamento do julgamento, o que foi aceito pelo juiz. Dessa forma, um novo julgamento só deverá ser marcado para o ano que vem.

O crime que vitimou Sebastião aconteceu em 2008 e a motivação seria uma dívida de R$ 260 mil da Prefeitura de Mimoso do Sul com o posto de gasolina do qual a vítima e o ex-vereador eram sócios. A Justiça determinou que a prefeitura pagasse o valor referente para os dois envolvidos, mas só Astolpho recebeu o dinheiro.

Após cobranças ao político, Sebastião foi assassinado com cinco tiros, na porta de casa, na frente da esposa e das filhas. O julgamento acontece quase dez anos após o crime.

Você pode Gostar de:

Prefeitura lança cadastro de benefícios eventuais para atender as famílias carentes

Mais de 5 mil cestas básicas serão doadas para as famílias cadastras A Prefeitura de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *