Home / Mulher / Jovem é estuprada e roubada por motorista de aplicativo na Serra

Jovem é estuprada e roubada por motorista de aplicativo na Serra

Mulher de 29 anos conta que foi atacada na noite de quarta-feira (25), quando pediu uma corrida para ir ao Hospital Metropolitano

Uma jovem de 29 anos, moradora do município da Serra, precisava ir ao Hospital Metropolitano, no mesmo município para cuidar da tia que estava internada .Sem condução própria decidiu pedir um carro de aplicativo para leva-la ao local por volta de 21 horas da ultima quarta feira (25), o motorista no entanto desviou a rota e, sob ameaça de morte ela foi estuprada e roubada. Por volta de 2 horas da manhã, a vítima foi deixada numa rua, onde foi socorrida por moradores da região.

Em entrevista, a vítima que prefere não ser identificada por medo de represálias, descreve o drama e o medo que passou nas mãos do agressor.]

Ela relata que após ter chamado o carro, teria trocado mensagens com o motorista para explicar melhor o local de embarque, ao entrar no veículo, foi questionada pelo motorista se morava sózinha. “Ele perguntou se eu morava sozinha ou se tinham outras meninas que moravam comigo, quando eu disse que morava sózinha, ele não disse mais nada.”

De acordo com o relato o homem estava com um chapéu que tampava parte do seu rosto e de máscara preta. Ao perceber que ele estava desviando a rota, ela perguntou o que estava acontecendo. “Ele disse que era o caminho para chegar mais rápido, mas eu sabia que não era,” conta.

Nervosa, a moça resolveu comparar o rosto e as tatuagens do homem com a foto que aparecia no aplicativo e percebeu que não se tratava da mesma pessoa. “Foi quando ele viu que ele percebeu que eu estava nervosa e pedi para ele parar o carro. Ele me questionou então, se eu estava com medo e começou a acelerar o carro. Eu já comecei a pedir ‘moço para com isso pelo amor de Deus! O que você está fazendo?'” recorda.

Foi nesse momento, de acordo com a vítima, que o agressor parou o carro em um local ermo e apontando uma arma mandou que ela se sentasse no banco da frente.

“Ele prendeu minhas mãos com alguma coisa, acho que um bracelete, colocou uma touca na minha cabeça E mandou que eu ficasse de cabeça baixa, pegou meu celular e minha bolsa e voltou a dirigir. Acho que ele deu muitas voltas comigo porque ficamos alguns minutos no carro. O tempo todo ele falava ‘Se você tentar alguma coisa eu te mato'” relembra.

Na porta de uma residência, afirma a jovem, o homem fez uma proposta. “Ele falou vamos fazer um acordo, ou você fica comigo ou você morre ‘Fica comigo lque eu deixo você ir embora'”. Foi nessa casa, segundo a vítima, que o estupro aconteceu. Depois, já na madrugada, o agressor a deixou em uma rua. “Eu estava desesperada sem saber o que fazer. Quem me ajudou foi um rapaz que estava passando de carro, pedi socorro e vim pra casa”conta.

O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) da Serra e a vítima encaminhada ao Departamento Médico Legal (DML), onde fez exames.

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Encontrado corpo de guarda-vidas de Viana, desaparecido na Praia de Itaparica

Max de Jesus Oliveira, de 33 anos, estava desaparecido desde o último sábado (21) O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *