Home / Geral / Incêndio atinge casas após moradora colocar fogo em lixo no Bairro da Penha, em Vitória

Incêndio atinge casas após moradora colocar fogo em lixo no Bairro da Penha, em Vitória

Equipes do Corpo de Bombeiros foram ao local para controlar as chamas que atingiram as residências no fim da tarde desta quarta-feira (10)


Um incêndio atingiu duas casas no fim da tarde desta quarta-feira (10), no Bairro da Penha, em Vitória. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local para identificar as causas do incêndio e prestar atendimento aos moradores da região. O fogo já foi controlado.

O incêndio começou por volta das 16h40. As duas casas ficaram completamente destruídas. Não houve vítimas. Os moradores saíram rapidamente quando perceberam o fogo se alastrando.

Uma possibilidade da causa do incêndio é de que uma moradora teria colocado fogo em lixo, e como tem vegetação seca em volta, as chamas teriam aumentado rapidamente e atingido as residências. 

“Minha mãe botou fogo doméstico e aí começou a se alastrar. Quando ela foi jogar água, se espalhou mais. O dono da casa tentou apagar, só que tinha muita chama. Os moradores ajudaram. Tinha gente na casa, mas quando viu que estava pegando fogo, a pessoa conseguiu sair. Ninguém se machucou, graças a Deus”, contou uma moradora chamada Paula, filha da mulher que pôs fogo no lixo em entrevista dada ao vivo para o Cidade Alerta Espírito Santo.

O Corpo de Bombeiros informou por nota que o incêndio foi totalmente controlado. Três guarnições realizaram o trabalho de combate às chamas e precisaram utilizar 16 mangueiras, acopladas uma à outra, para fazer a água chegar ao local do incêndio, que era de difícil acesso. Duas casas foram atingidas e o proprietário não estava no local no momento. Ninguém ficou ferido e as chamas teriam começado em um amontoado de lixo que foi incendiado por moradores.

Você pode Gostar de:

Acusado de matar a mulher a pedradas na frente da filha em 2015 é preso em Guarapari

Daniel Lopes de Souza tem 42 anos e, na época do crime, chegou a se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *