Home / Geral / Greve de motoristas de caminhão de lixo faz com que sujeira se acumule nas ruas da GV

Greve de motoristas de caminhão de lixo faz com que sujeira se acumule nas ruas da GV

Segundo informações coletadas, a paralisação dos serviços deve abranger todos os municípios da Grande Vitória.

Nesta terça-feira (24), diversas ruas da capital e outros bairros da Grande vitória amanheceram com bastante lixo em frente às casas. Os motoristas de caminhão de lixo que trabalham na remoção dos dejetos estaria em greve, reivindicando reajustes salarial.

Segundo Carlos Alexandre, presidente do Sindirodoviários, os trabalhadores estão pedindo um reajuste com base da inflação do período até novembro. 

De acordo com ele, em maio, é a data base para o reajuste e foi dado 2.46% de aumento, porém, uma medida provisória (MP) antecipou para novembro as negociações. A empresa, entretanto, nega o reajuste com a base de calculo atual da inflação que, segundo Alexandre, estaria em 4.77%, o que estaria gerando o impasse entre trabalhadores e a empresa. 

Outro ponto de disputa que levou à greve, é a discrepância entre os salários dos motoristas do transporte coletivo com a dos motoristas de caminhões de lixo. Eles lutam para que haja equiparação salarial das duas categorias. Segundo informações coletadas pela produção, a paralisação dos serviços deve abranger todos os municípios da Grande Vitória.

Por conta da chuva, muitos contentores transbordaram e várias sacolas de lixo estão no chão das ruas. As primeiras informações seriam de que os motoristas dos caminhões coletores teriam iniciado a greve se expandindo para toda categoria.

A produção do Folha Viana tenta contato com a empresa e assim que obtiver uma resposta, a matéria será atualizada. 

About Marcelo Ribeiro

Check Also

Operação prende mais de 30 homens acusados de estupro no ES; missionário e guarda-vidas estão entre os presos

Cerca de 60% dos suspeitos detidos já tinham condenações pelo crime Durante 50 dias de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *