Home / Geral / Exclusivo: Hospital Infantil de Vitória está sem alvará e pacientes e funcionários denunciam incêndios na unidade

Exclusivo: Hospital Infantil de Vitória está sem alvará e pacientes e funcionários denunciam incêndios na unidade

Equipe de jornalismo da TV Vitória/Record TV teve acesso, com exclusividade, a documentos que mostram irregularidades encontradas no local


O Hospital Estadual Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória, está funcionando sem alvará do Corpo de Bombeiros. A equipe de jornalismo da TV Vitória/Record TV teve acesso, com exclusividade, a documentos que mostram irregularidades encontradas no local, o que fez com que a renovação do alvará fosse negada.

Segundo os documentos, há problemas no sistema de proteção por hidrantes, no sistema de proteção contra descarga atmosférica, no sistema de alarme de incêndio, nas saídas de emergência, no sistema de iluminação de emergência e no sistema de proteção por extintores.

Além disso, acompanhantes de pacientes e funcionários do Hospital Infantil de Vitória denunciam a ocorrência de incêndios na unidade de saúde. Há cerca de duas semanas aconteceu um pequeno incêndio em uma sala da unidade. Segundo um homem, que não quis se identificar, o fogo queimou documentos do filho dele.

Outro incêndio registrado este ano no Hospital Infantil aconteceu em fevereiro, no CTI da unidade de saúde. Segundo uma funcionária, que também não quer ser identificada, por pouco não houve feridos nessa ocorrência.

Com uma câmera escondida, a equipe de jornalismo da TV Vitória gravou um carro de combate a incêndio parado no estacionamento interno do Hospital Infantil de Vitória. Somente funcionários da unidade, pacientes e acompanhantes têm acesso a essa área.

A equipe também registrou três bombeiros chegando ao hospital e depois se aproximando do carro, que já está no local, de plantão 24 horas por dia, há duas semanas, logo após o incêndio na sala da unidade.

O Corpo de Bombeiros informou que está de plantão no hospital para dar apoio a reparos na rede elétrica. Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) admitiu que aconteceram curto circuitos dentro do Hospital Infantil, mas não menciona pequenos incêndios. A secretaria disse ainda que toda a parte elétrica da unidade está sendo trocada e, por isso, os bombeiros estão no local, como prevenção.

Himaba

E não é só o Hospital Infantil de Vitória que apresenta problemas com documentação. O Hospital Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha, também está sem alvará dos bombeiros. No local não há denúncias de problemas nessa área, mas o alvará está vencido desde o início deste mês.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou que o Hospital Infantil de Vitória e o Himaba estão com os processos de regularização em andamento nas seções técnicas da corporação.

Segundo os bombeiros, o Himaba teve o pedido de vistoria oficialmente protocolado no dia 19 deste mês e será fiscalizado nesta semana por um vistoriador da Seção de Atividades Técnicas (Sat) da 2ª Cia do 1º Batalhão (Vila Velha).

Já o Hospital Infantil de Vitória, segundo o Corpo de Bombeiros, foi vistoriado pelos bombeiros militares da Sat da 1ª Cia do 1º Batalhão (Vitória) e a unidade já está passando por reformas para adequação.

Sesa

Também por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que o projeto elaborado para adequação do Hospital Infantil de Vitória está sendo ajustado, junto ao Corpo de Bombeiros, para execução das intervenções, atendendo às normas exigidas pela corporação referentes aos equipamentos de segurança.

A Sesa disse ainda que, nos últimos anos, não foram feitas as adequações necessárias na unidade e, por isso, a nova gestão está empenhando todos os esforços para garantir as mudanças de acordo com a legislação.

Em relação ao Himaba, a secretaria informou que, antes do vencimento do alvará, a direção da unidade protocolou solicitação de visita ao Corpo de Bombeiros para emissão do novo documento. A direção esclarece que aguarda a marcação da visita.

Você pode Gostar de:

Juíza de Vitória decreta falência da Telexfree por prática de pirâmide financeira

Foi ordenada a intimação dos sócios administradores da Telexfree, pessoalmente, para que cinco dias apresentem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *