Home / Noticias / Casal que viveu junto por 75 anos morre com horas de diferença

Casal que viveu junto por 75 anos morre com horas de diferença

1_xcasal_jpg_pagespeed_ic_1dy2dxryvo-5291525

O canadense George Spear e sua esposa, a britânica Jean Spear, se conheceram em 1941 num salão de danças em Londres, enquanto ele estava baseado no Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial. No ano seguinte, os dois se casaram e viveram, literalmente, juntos até o fim da vida. Na sexta-feira, um mês após o 75º aniversário de casamento, Jean faleceu aos 94 anos num hospital em Ottawa, às 4h30, pelo horário local, e George, às 9h45.

“Nós contamos histórias para nos sentirmos melhor”, disse a filha do casal, Heather Spear, ao “Ottawa Citizen”. — Mas isso desafia qualquer tipo de lógica. Ficamos surpresos por ter sido tão repentino.

Jean foi internada no Hospital Queensway Carleton na terça-feira, com pneumonia, e George foi admitido no dia seguinte. A equipe do hospital tentou colocar os dois no mesmo andar, mas o casal não resistiu até que a mudança fosse possível. Além de Heather, o casal teve outro filho, Ian.

George conheceu a esposa enquanto servia como sargento do exército canadense no Reino Unido. O casamento aconteceu no dia 22 de agosto de 1942 em Kingston, cidade natal de Jean. Em 1944, ela viajou de navio para o Canadá porque George, então servindo na Itália, foi mandado para casa para treinar outros oficiais. Quando chegou de trem em Ottawa, Jean não sabia que encontraria o marido, pois achava que ele ainda estava na Itália.

“Estava nevando, a tempestade mais incrível que eu já vi na vida”, relembrou Jean, em entrevista à CBC em 2014. — E essa figura veio correndo em minha direção, me abraçou e enrolou o seu casaco em volta de mim. Não consigo falar sobre isso agora sem reviver o êxtase absoluto daquele momento.

Em 2006, Jean recebeu da rainha Elizabeth o título de Membro da Ordem do Império Britânico, por seu trabalho com viúvas da guerra. Em 2011, o casal foi convidado para uma recepção privada com o príncide William e sua esposa, a duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Na ocasião, George mostrou uma foto em preto e branco de Jean, presa ao seu chapéu de sargento, e a duquesa o questinou se ele sempre manteve aquela foto.

“Durante toda a guerra e desde então”, respondeu.

Você pode Gostar de:

Casal pede corrida para motel, assalta taxista e foge com carro em Vitória

O crime aconteceu na madrugada desta sexta-feira (29). Bastante alterada, a mulher fez várias ameças …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *