No Banner to display

Home / Política / Bolsonaro vai ter a palavra final na escolha de reitor para Ufes

Bolsonaro vai ter a palavra final na escolha de reitor para Ufes

Por lei, o presidente deve escolher um dos indicados da lista tríplice, mas ele já fugiu à regra em metade das nomeações de reitores de universidades federais previstas para este ano


O presidente da República, Jair Bolsonaro, é o responsável por dar a palavra final na escolha do próximo reitor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Por lei, ele deve escolher um dos indicados da lista tríplice.

Desde o governo Lula, existe uma tradição em escolher aquele mais votado por estudantes, professores e funcionários.

No entanto, Bolsonaro já fugiu à regra em metade das nomeações de reitores de universidades federais previstas para este ano. Das 12 nomeações, ele escolheu reitores com poucos votos ou até mesmo fora da lista tríplice em casos onde o processo eleitoral teve algum problema.

Um dos casos polêmicos aconteceu na Universidade Federal do Triângulo Mineiro, onde o professor Fábio César da Fonseca foi escolhido pela maioria da comunidade acadêmica. No entanto, Bolsonaro escolheu o segundo colocado, Luiz Fernando Resende, por divergência com Fonseca, que foi filiado ao PT até 2005.

“As listas tríplices que chegam para nós, muitas vezes não temos como fugir, é do PT, do PCdoB ou do PSOL. Agora o que puder fugir, logicamente pode ter um voto só, mas nós estamos optando por essa pessoa”, afirmou Bolsonaro, sinalizando a intenção de privilegiar candidatos alinhados a ele para ocupar as reitorias, independentemente das escolhas dos professores, funcionários e alunos.

Você pode Gostar de:

Governo suspende a prática de queimadas em todo o país por 60 dias

O decreto foi publicado na Diário Oficial da União desta quinta-feira (29) As queimadas estão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *