Home / Noticias / Bancos dão até 90% de desconto em mutirão de dívidas nesta semana

Bancos dão até 90% de desconto em mutirão de dívidas nesta semana

Desta segunda-feira (2) até a sexta-feira (6), 458 agências dos principais bancos do país vão funcionar duas horas a mais, em 26 capitais e no Distrito Federal, para atender clientes que queiram refinanciar dívidas, com descontos de até 90% e prazos especiais.

A ação, batizada de Semana de Negociação e Orientação Financeira, é promovida pelo BC (Banco Central) em parceria com a Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

Ao todo, sete instituições financeiras (Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú, Pan e Santander) terão seu horário estendido até às 20 horas para oferecer orientação financeira e negociar dívidas em atraso de seus clientes, em condições especiais.

Outros dois bancos, Safra e Votorontim, também participam da iniciativa, mas somente por meio dos canais digitais. A lista completa das agências participantes e o conteúdo de educação financeira está disponível na página paporetocomfebraban.com.br/negociar.

O mutirão também vai incluir educação financeira. Quem for participar irá receber um guia de orientações e assistirá a vídeos com dicas sobre como administrar o orçamento pessoal e evitar linhas de créditos com juros altos, como o rotativo de cartão de crédito e cheque especial.

“Esta é primeira vez que todos os bancos juntos vão atender os clientes no Brasil inteiro numa semana de negociação. A expectativa é que tenha uma boa adesão”, afirma Fabio Moraes, diretor de Educação Profissional e Financeira da Febraban.

Para Moraes, a importância é que esse mutirão não é apenas de renegociação, mas também de orientação financeira. “A gente acredita que não faz sentido negociar sem educar. É uma iniciativa de levar educação financeira à sociedade. A ideia é fazer um trabalho de conscientização e prevenir a reincidência do consumidor inadimplente.”

O diretor da Febraban explica que grande parte do custo do crédito, cerca de 40%, está ligada à inadimplência. “O prejuízo é muito maior para o consumidor. Por isso, o combate à inadimpelncia é fundamental para reduzir o custo do crédito aos clientes.”

A inadimplência no Brasil atinge cerca de 62,9 milhões de pessoas, que somam 41% da população adulta. Segundo dados da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), a maior parte das dívidas (53%) em aberto no país está ligada a instituições financeiras. Já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas. O setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências e as contas de água e luz, por 10%.

Fonte: R7

Você pode Gostar de:

Cadela farejadora da PRF morre de parada cardíaca por causa de fogos após vitória do Flamengo

A polícia informou que o último trabalho de Lua foi auxiliando na apreensão de 10 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *