Home / Noticias / Assembleia debate situação salarial de professores

Assembleia debate situação salarial de professores

A valorização salarial dos professores da rede pública será tema de reunião da Comissão de Educação nesta segunda-feira (4), às 13 horas. A diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Espírito Santo (Sindiupes), Noêmia Simonassi, vem à Ales debater a meta 17 do Plano Nacional da Educação (PNE), que trata do assunto. A reunião será às 13 horas, no Plenário Judith Leão.

A meta 17 estabelece que, até 2020, o país valorize os professores das redes públicas da educação básica, de modo a igualar o rendimento médio dos demais profissionais com a mesma escolaridade. Esse indicador é calculado a partir dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O diretor de Comunicação do Sindiupes, Hildebrando José Paraíso, destacou que, no panorama nacional, o rendimento médio dos professores da rede pública da educação básica está em torno de 54% se comparado ao dos demais profissionais com nível superior. Segundo ele, os índices do Espírito Santo estão sendo apurados e alguns indicativos devem ser apresentados na reunião da Comissão de Educação.

Os investimentos previstos para a educação no Orçamento de 2020 também estarão em debate. “Nossa missão é essa, tentar um canal político para debater os recursos previstos para a tríade piso-carreira-valorização e as condições de trabalho nas escolas. Precisamos dialogar para alcançar uma recuperação salarial razoável e evitar as batalhas jurídicas como a que estamos enfrentando com os problemas relacionados ao descumprimento do piso e do plano de carreiras”, pontuou o sindicalista.

Comissão de Educação

O colegiado de Educação tem como presidente o deputado Vandinho Leite (PSDB). O vice-presidente é o Delegado Lorenzo Pazolini (sem partido). São membros efetivos Sergio Majeski (PSB), Dary Pagung (PSB) e Dr. Emílio Mameri (PSDB). Na suplência estão Alexandre Xambinho (Rede), Renzo Vasconcelos (Progressistas), Hudson Leal (Republicanos), Enivaldo dos Anjos (PSD) e Euclério Sampaio (sem partido).

Você pode Gostar de:

Em Viana, ônibus é incendiado na zona rural

Segundo a empresa responsável pelo coletivo, quatro criminosos pararam de carro em frente a um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *