Home / Geral / Advogadas são presas no ES suspeitas de ajudar presos a se comunicarem com criminosos

Advogadas são presas no ES suspeitas de ajudar presos a se comunicarem com criminosos

Elas são investigadas por facilitar a informação de presos e integrantes de facções criminosas. Para isso, elas teriam escrito cartas a mão; as advogadas negam as acusações.

Duas advogadas foram presas em uma operação do núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e Corrupção (Nuroc), em Vitória e Vila Velha, na manhã desta terça-feira (20).

As investigações apontam que elas facilitam a troca de informação de presos com outros criminosos. As advogadas são investigadas por associação criminosa e associação para o tráfico. Elas negam as acusações.

As advogadas foram presas em Vitória e Vila Velha e trazidas para sede do Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e Corrupção (Nuroc).

Segundo a polícia, as duas teriam facilitado o envio de mensagens de presos para fora dos presídios. A suspeita é de que elas teriam escrito cartas e enviado para facções criminosas na Grande Vitória.

A Ordem dos Advogados está acompanhando o caso desde abril, quando o inquérito foi instaurado.

“Considerando o risco de vida que os advogados sofriam em relação a essa suposta associação com criminosos, o delegado noticiou a Ordem dos Advogados que está acompanhando esse inquérito para preservar a vida desses advogados que estão sendo investigados”, explicou o advogado Raphael Câmara da Comissão de Prerrogativas, que acompanha o caso.

Advogado de comissão da OAB explica crimes que advogadas são suspeitas, no ES  — Foto: Samy Ferreira/ TV Gazeta

Advogado de comissão da OAB explica crimes que advogadas são suspeitas, no ES

Segundo o advogado, a acusação é de que dezenas de cartas teriam sido escritas por elas e entregues para criminosos do lado de fora do presídio. Já teriam sido feitas pericias que comprovaram que as letras eram mesmo das advogadas.

“São acusações que nos preocupam. O inquérito é sigiloso, mas trata de acusações se associação ao tráfico de drogas. São situações muito graves”, relata Câmara.

O material chegou até a polícia de forma anônima. As advogadas negam as acusações.

Você pode Gostar de:

Suspeitos de balearem criança de 11 anos são presos na Serra; vítima foi atingida durante disputa pelo tráfico

O crime teria ocorrido devido a uma disputa pelo domínio do tráfico de drogas na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *