Home / Noticias / Acusado de matar a mulher a pedradas na frente da filha em 2015 é preso em Guarapari

Acusado de matar a mulher a pedradas na frente da filha em 2015 é preso em Guarapari

Daniel Lopes de Souza tem 42 anos e, na época do crime, chegou a se entregar, mas foi liberado dias depois


Um homem acusado de matar a mulher a pedradas na frente da filha, em 2015, foi preso nesta sexta-feira (19) em Guarapari. Daniel Lopes de Souza, 42 anos, estava foragido da Justiça. Na época do crime, ele chegou a se entregar, mas ficou preso por alguns dias e logo foi liberado

Daniel de Souza foi julgado e condenado a 27 anos, três meses e sete dias de prisão em regime fechado. O crime aconteceu no bairro Terra Vermelha, em Vila Velha.

O caso

O acusado teria cometido o crime na frente da filha, com apenas 13 anos na época. De acordo com as investigações, a doméstica Almerinda Ferreira Suim foi assassinada pelo ex-marido aos 36 anos. 

O filho da vítima, Leandro Suim, relatou a dificuldade de conviver com o que ocorreu. “Quem gostaria de perder a mãe de uma forma tão drástica e ainda [morta] pelo próprio pai?”, questiona ele.

Daniel de Souza, ex-marido da vítima e pai dos filhos dela, foi julgado na semana passada. O motivo do crime teria sido pelo desejo da doméstica de se separar do acusado. Eles eram casados há mais de 20 anos, mas viviam em um relacionamento conturbado, sempre cheio de brigas e agressões. 

Por não aceitar o fim do relacionamento, o sujeito teria enforcado a vítima e jogado uma pedra de 10 kg sobre a cabeça dela. Segundo familiares, Daniel de Souza tem o costume de ligar e tentar falar com os filhos. Ele se diz arrependido, mas os filhos não convivem bem com o fantasma de saberem o que o pai teve a capacidade de fazer com a mãe.

fonte: Folha Vitória

Você pode Gostar de:

No segundo dia de greve dos rodoviários, passageiros lotam terminais da Grande Vitória

Segundo o Sindirodoviários-ES, 75% da frota de coletivos está nas ruas, conforme determinação da Justiça …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *